Captura do caranguejo-uçá está proibida em Sergipe

 Começou nesta segunda-feira (13) e vai até o sábado (18) a primeira etapa da terceira fase do defeso do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) em Sergipe e mais nove estados. Neste período fica proibida a captura do crustáceo e por isso só é autorizada a venda de animais que estavam em estoque. O descumprimento pode acarretar sanções.
 O defeso ocorre no período conhecido popularmente pelos pescadores como “andada”, quando os caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelos manguezais para o acasalamento e liberação dos ovos.
 Além do defeso, também devem ser respeitados o tamanho mínimo do caranguejo (medido pela largura da carapaça), que deve ter 6 cm, e a restrição de coleta de fêmeas, que só podem ser capturadas entre junho e novembro. Ainda estão previstos mais um período de defeso do animal este ano.
 Os infratores notificados terão de prestar esclarecimentos junto ao Ibama sobre a não declaração dos crustáceos apreendidos e, ainda, sofrerão penalidades previstas na Lei de Crimes Ambientais. A multa para este crime varia de R$ 700 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo do produto.

Nenhum comentário

Portal Tobiense

Beauty