Senador Valadares critica aprovação de Projeto sobre terceirização

 O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) foi à tribuna lamentar a aprovação pela Câmara dos Deputados do projeto que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade. Para ele, o projeto precariza as relações trabalhistas desfavorecendo a parte mais fraca, o trabalhador.
 Para Valadares a Câmara não deveria ter desenterrado de seus arquivos antigo projeto, dos anos 90, ainda da época do governo Fernando Henrique Cardoso. O correto, na visão do senador, seria a Câmara esperar o fim dos debates e a votação de projeto mais recente sobre o tema, que foi aprovado pelos deputados e enviado ao Senado em 2015 (PLC 30/2015). “Houve uma desatenção com o Senado, além de violência contra os trabalhadores na aprovação de projeto que, entre outros malefícios, amplia de 90 para até 180 dias os contratos temporários de trabalho”, disse.
 O senador lembrou que, em maio de 2015, durante uma Sessão Temática sobre o tema, criticou o projeto de lei das terceirizações, que, em sua opinião, era uma barbaridade. “Fizemos aqui audiência pública para debater o projeto, e antes que a gente decidisse, a Câmara tomou a decisão de tirar o outro da gaveta”, criticou.
 Valadares acredita que se sancionada pelo presidente, a proposta será alvo de questionamentos judiciais. “Isso vai terminar nos tribunais superiores, principalmente no Supremo Tribunal Federal”, concluiu. 

Por Assessoria de Comunicação do Senador Antonio Carlos Valadares
Foto asssessoria

Nenhum comentário

Portal Tobiense

Beauty