Trabalhadores de Sergipe realizam atos contra reformas e terceirização

  Trabalhadores de várias categorias paralisaram as atividades em Sergipe nesta sexta-feira (28) e realizaram atos em vários pontos do estado. Eles protestaram contra as mudanças nas regras da terceirização e as reformas trabalhistas e da Previdência.
 Milhares de pessoas se reuniram na Praça General Valadão, no Centro da capital, às 14 horas, onde deram continuidades aos atos de protesto iniciados no período da manhã. Por volta das 15h50, os trabalhadores saíram em caminhada pelas ruas do bairro e seguiram até o Calçadão no Bairro 13 de Julho, na Zona Sul, onde às 18h10 encerram oficialmente o dia de protestos.
 “Participaram dos atos de hoje 62 sindicatos. A mobilização foi muito grande. Setores que nunca realizaram paralisações se mobilizaram. Isso é fruto de uma sociedade que começa a se levantar contra os ataques aos seus diretos ”, disse o presidente da CUT em Sergipe, Rubens Marques. Segundo ele, cerca de 30 mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar acompanhou os atos da capital e no interior, mas não informou o número de manifestantes.
 Durante o período da manhã os portões de acesso à capital foram bloqueados com a queima de pneus. E na BR-101, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou quatro pontos de protestos, que já foram encerrados.

Nenhum comentário

Portal Tobiense

Beauty