15 pessoas foram vítimas de estelionatários em sites de vendas durante a pandemia

Nesta quinta-feira (27), o Departamento de Crimes contra o Patrimônio (Depatri) da Polícia Civil de Sergipe informou que cresceu o número de o ocorrências relacionadas a golpes através de anúncios virtuais, durante a pandemia. Pelo menos 15 vítimas procuraram o Departamento para registrar um boletim de ocorrência.

A polícia explicou que o golpista observa um anúncio real de venda de veículo na internet e a partir daí usa artimanhas para enganar o vendedor e um possível comprador daquele bem anunciado. A quadrilha de estelionatários usa um chip com número de telefone de Sergipe, mas pode ser de qualquer parte do Brasil.

“O golpe é muito simples. Ele observa um anúncio no site de venda e entra em contato com o vendedor. Manifesta interesse pelo produto e pede para o vendedor retirar o anúncio do ar. Para convencê-lo, ele conta uma história cobertura envolvendo uma dívida com um sócio e pede que assim que ele for procurado pelo sócio não revele por quando está vendendo o veículo, entre outras mentiras”, conta a diretora do Depatri, delegada Viviane Pessoa.

De acordo com a polícia, o golpista pegar o anúncio real – que foi tirado do ar – e faz um novo anúncio na mesma plataforma de vendas, com um preço abaixo do valor de mercado. “Será o comprador o tal sócio que vai procurar o vendedor do anúncio que foi tirado do ar. Ambos alertados pelo golpista não falam nada sobre preços e questões básicas de segurança que uma transação desse porte deve exigir dos interessados”, completou.

Verifique também

URGENTE: Ministério Público solicita fim das carreatas em Tobias Barreto

Ministério Público de Tobias Barreto , através do promotor de justiça,  curador da saúde,  Dr Paulo …