AGOSTO: O mês mais frio do ano em todas as regiões de Sergipe

0
113

No início deste mês já foi registrado no interior do Estado 14° de temperatura mínima

Dias mais escuros, chuvas mais intensas e menos abertura de sol em todas as regiões de Sergipe. O clima mais frio exigiu dos sergipanos a retirada dos casacos do armário e o clima bem característico do inverno continua no estado. As temperaturas mínimas caíram bastante e chegaram aos 14° em algumas regiões de Sergipe. Esse friozinho deve se estender até o fim deste mês de agosto, principalmente no Semiárido e Agreste do estado.

De acordo com Centro de Meteorologia do Governo de Sergipe, da Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Sergipe, Serhma, o mês de Agosto será um mês típico de inverno aqui no estado. O meteorologista Overland Amaral explicou que a temperatura em Aracaju e demais regiões do interior tendem a permanecer baixas e citou como exemplo um povoado do município de Riachão do Dantas, que registrou temperatura mínima de 14°. “Agosto será mais frio que julho, haja vista que as temperaturas mínimas registradas na capital chegam em torno de 17° que diferencia do ano passado no mesmo período que estava mais quente, com mínimas de 19°. No interior, nesse mês, já registramos temperaturas mínimas de 14° principalmente nas regiões Centro Sul e também no Alto Sertão” explicou Overland.

Moradora do Conjunto Assis Chateaubriand, na Zona Norte da capital, a auxiliar de limpeza, Damiana Arimatéia, 35 anos, sentiu a diferença no clima e conta que as temperaturas atuais a fizeram mudar de hábitos. “Aracaju é muito quente o ano todo e é difícil usar agasalho, mas o inverno deste ano me fez tirar o casaco do armário. Pra tomar banho, só de água quente, porque a água que sai das torneiras estão geladas.  As noites estão mais frias e pra dormir só com dois cobertores”, declara.

Para a mestranda em letras, Sarah Regina Santos, as camisetas cederam lugar aos casacos com a mudança do clima. Moradora da capital, Aracaju, e trabalhando em Tomar do Geru, no Território Sul do Estado, ela gostou da mudança no clima e espera que o friozinho se estenda até o começo da primavera. “É evidente a mudança no clima, tanto em Geru como em Aracaju, sendo que na primeira é mais acentuada. As temperaturas estão mais baixas, especialmente nos períodos vespertino e noturno. Percebe-se a ocorrência de ventos fortes e ambientes mais frescos, chegando a sentir frio em algumas noites. Enfim, clima muito agradável para o ambiente laboral bem como para curtir o lar”, comemora.

Sobre as chuvas, o meteorologista informa que neste mês as chuvas estarão dentro da média e a perspectiva é que as chuvas continuem até final do mês, e possivelmente ultrapasse, chegando a setembro com as mesmas características. “Porém as chuvas do mês de agosto não serão semelhantes as do mês de julho, todavia, podemos ter passagem de frente fria, mas é uma situação de normalidade que se da por conta da circulação das massas atmosféricas principalmente das massas frias que chegam até nossa região”, alertou Overland.

Fonte: ASN

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.