CHANCES MATADOURO DE TOBIAS BARRETO REABRIR SÃO DE 100%”

0
137

Cumprindo agenda em Aracaju nesta terça-feira, 16, o prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, esteve mais uma vez na sede da Adema em busca de informações sobre o andamento de reabertura do matadouro local – fechado na última onda de fiscalização do Ministério Público junto a todos os demais matadouros do Estado.

Segundo Diógenes, as notícias foram boas. “O presidente do órgão, Gilvan Dias, nos informou que, entre todos os matadouros, estamos entre os seis que têm 100% de chance de serem reabertos em breve”, afirma Diógenes.

Isso porque, segundo Gilvan, o matadouro de Tobias Barreto, como a maioria, foi fechado por falta de licença ambiental. “As gestões anteriores não se preparam para atender à nova legislação, e esse é o impeditivo legal”, ressalta.

E a gestão de Tobias tem buscado sanar esse problema. “A informação da Adema é de que nossa situação não é das mais graves, que precisamos apenas executar algumas adequações em situações pontuais, como o pé de apoio, o local onde ficam os animais, a parte de início do abate e os tanques”, revela Diógenes.

O presidente da Adema confirma. “A gestão de Diógenes tem dado total acompanhamento, sendo solícita, e tudo o que a legislação impõe está buscando a fim de concretizar a reabertura. Estamos felizes por ter um gestor que está sempre em contato conosco para chegar ao licenciamento e ao funcionamento pleno”, destaca Gilvan.

Estiveram presentes na reunião, a Deputada Estadual, Diná Almeida; o Secretário de Obras, Allan Vinícius e o Secretário de Comunicação Social, Gerliano Brito.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.