CUIDADO: Idosa recebe doses de fabricantes diferentes de vacinas contra a Covid-19 em Aracaju

Um mulher de 75 anos recebeu duas doses diferentes de vacinas contra a Covid-19 em Aracaju — Coronavac e Astrazeneca. O caso foi verificado nessa segunda-feira (5), após a aplicação da segunda dose em uma unidade de saúde. A primeira dose foi aplicada no dia 15 de março.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou o erro e informou que está fazendo o acompanhamento da situação. De acordo com a pasta, a literatura de Infectologia aponta que não há risco de efeito colateral ou de alteração no quadro de saúde. A secretaria informa também que a Diretoria de Vigilância de Atenção a Saúde seguirá o protocolo do Programa Nacional de Imunização de não administrar uma terceira dose na usuária. A SMS ainda disse que o caso é isolado.

“A orientação é que a população continue seguindo os protocolos sanitários de distanciamento social e uso de máscara e sempre apresente cartão de vacinação no momento da imunização”, disse a infectologista da rede municipal de saúde de Aracaju, Fabrízia Tavares.

Casos similares foram registrados em São PauloRio Grande do Norte e no Distrito Federal.

A idosa também será monitorada pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), através de testes sorológicos. “A gente faz uma pesquisa do anticorpo neutralizante. Vai monitorando ela, coletando sangue todo dia até ver quando ela vai formar o anticorpo neutralizante, quanto vai formar e qual a intensidade desse anticorpo”, disse o professor do Departamento de Farmácia da UFS, Lysandro Borges.

Até a segunda, 74.564 aracajuanos, entre idosos e profissionais de saúde, já tinham recebido a vacina. O número corresponde a 11,21% da população. A partir desta terça, agentes da segurança pública também poderão receber a imunização.

 

Por G1 SE

 

Veja Também

Aumento de casos de Covid-19 entre 30 a 59 anos supera 1.000% no Brasil

Os casos de Covid-19 nas faixas etárias de 30 a 39 anos de idade, de …

Open chat
Fale Conosco