ESCOLAS ESTADUAIS – Determinação do Ministério Público de Tobias Barreto garante regularização da merenda escolar

0
105

Audiência pública com o promotor de justiça da comarca de Tobias Barreto (SE), Dr. Paulo José Francisco Alves Filho, no início da tarde desta terça-feira, 19.

Representantes da Secretaria de Estado da Educação de Sergipe, (SEED), diretores de escolas e representantes da Diretoria Regional de Educação, (DRE-2), informaram que o Estado cumpriu com as determinações impostas pelo Ministério Público, com relação aos problemas administrativos, tais como, regularização da merenda escolar, caixas d’água e reposições de fogões nas escolas estaduais do município.

Em entrevista ao jornalista da Rede Xodó de comunicação, Adissandro Pinheiro, o promotor de justiça Dr. Paulo José, informou que a audiência teria sido a continuidade de uma outra, que ocorreu ano passado, onde a população teria reclamado da falta de merenda escolar e limpeza das caixas para uma melhor qualidade da água nas escolas públicas.

Ainda de acordo com o promotor de justiça, o Estado com os seus representantes e assistência jurídica, constatou que tá praticamente sanado o que se refere a merenda escolar, sendo disponibilizado para quase todas as escolas estaduais, freezer para o armazenamento dos alimentos e já está em andamento o fornecimento de novos fogões.

Dr. Paulo José, relatou que a audiência foi bem proveitosa e que esse procedimento, o Ministério Público têm como finalizado. Porém as visitas ordinárias nas escolas estaduais irão ter continuidade, conversando com os alunos e com os próprios pais, para garantir que a situação tenha sido totalmente regularizada.

Repórter: Elenilton Santos O Rapidão da Notícia.
Jornalismo: Rede Xodó de comunicação.
#AquitemNotícias
Parceiro:  Informações Policiais.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.