Exclusivo: MP irá apurar regularidade no fornecimento de merenda para alunos da rede estadual

0
87

Após receber uma série de denúncias quanto a irregularidades no fornecimento de merendas oferecidas aos alunos da rede estadual de ensino, o Ministério Público e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Síntese), decidiram visitar algumas unidades.

 

A informação foi passada com exclusividade à Xodó FM, através do promotor de justiça da cidade de Tobias Barreto, Dr. Paulo José.

Na entrevista, Dr. Paulo relatou que visitas in loco comprovaram a veracidade das denúncias. A partir destas visitas, segundo o promotor, foi elaborado um documento que sera encaminhado ao Executivo para que este, através da Secretaria de Educação, promovao mais breve possível, os reparos necessários à situação. “Na maioria das escolas inspecionadas, foram constatadas, as denúncias feitas pelos professores, diretores, alunos e merendeiras. O caminhão que transporta os alimentos, traz uma quantidade irrisória que não supri os 3 turnos da escola. Para se ter uma ideia, gasta-se mais com as viagens do caminhão do que com produto transportado. O fato foi constatado na Escola estadual João Antônio Cezar que fica na Avenida Joao Alves Filho no centro de Tobias Barreto. “, detalha o promotor Paulo José.

Para o SINTESE, é preciso que o pais de alunos, acompanhem a vida diária dos filhos na escola e que o trabalho em parceria com o Ministério Público não pode parar. Em caso de não acatamento da recomendação no prazo estipulado, o MP entrará com medidas judiciais.

Quem tiver informações sobre falta de merenda escolar nas unidades, pode enviar denúncias para a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Tobias Barreto Local: Fórum João Fontes de Faria – Av. José Davi, s/nº, ou pelo e-mail paulojose@mpse.mp.br .

Por Adissandro Pinheiro

Da redação Xodó News

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.