Slider


Matadouros de Itabaianinha e Tobias Barreto são interditados após fiscalização

Na tarde dessa terça-feira, 06, o Ministério Público Federal realizou audiência pública sobre interdição de matadouros públicos. Estiveram presentes representantes do poder público municipal e comerciantes de Itabaianinha e Tobias Barreto onde na manhã de hoje tiveram seus matadouros interditados.

Na oportunidade os representantes do MPE e do MPF dissertaram sobre os motivos pelos quais haviam interditado os matadouros e deram como opção os abatedouros dos municípios de Itabaiana e Propriá além de Ribeira do Pombal na Bahia pela proximidade com o município. Estabeleceu ainda que os comerciantes são responsáveis pelas adequações nas suas bancas de comercialização, assim como pelo abate de seus respectivos animais. Foi destacado ainda a importância desta medida tomada para a melhor qualidade da carne que chega à mesa do consumidor.

O Ministério Público esclareceu ainda que a problemática se estende a longos anos e que somente agora culminou nesta ação continua e generalizada por parte do Ministério Público Federal e Estadual em função da necessidade de cessar o abate irregular em todo Estado de Sergipe para garantir a proteção ao meio ambiente e a saúde pública.

Ainda, segundo o Ministério Público, a adequação do Matadouro Público por parte da Administração Municipal seria praticamente inviável pelo custo benefício uma vez que está avaliado em aproximadamente 7 milhões de reais. Valor este, que o MP ponderou o município se seria viável a destinação de tal verba uma vez que a mesma poderia ser aplicada em outras áreas como saúde e educação.

No final da sua fala a Procuradora da República Dr. Lívia Tinoco e o Promotor Público Estadual Carlos Henrique destacaram que em outros municípios onde já ocorre a adequação, o custo final para o consumidor chegou ao máximo de 1 real por quilo e que viram na próxima segunda feira, 12, para fazer a fiscalização e o material irregular será apreendido e destinado a alimentação de animais em zoológicos como determina a lei.

Durante a audiência pública esteve presente o Prefeito de Tobias Barreto Diógenes Almeida acompanhado do Procurador do Município Dr. Vinicius Rodrigues, do Secretário de Comunicação Social Bruno Vasconcelos, do Secretário de Desenvolvimento Agropecuário Fundiário e Meio Ambiente Manoel Jobson (King) e da Secretária Municipal de Saúde Emanuelly Hora que se fez presente acompanhada do Coordenador Municipal de Vigilância Sanitária Roberto Veira.

Veja Também

PROGRAMA HORA DA VERDADE, ESCLARECE INFORMAÇÃO SOBRE MORTE DE “TOBIENSE” EM SÃO PAULO

Nos últimos dias, circulou nos meios de imprensa a informação de que uma jovem nascida …

Open chat
Fale Conosco