URGENTE: Matadouro de Tobias Barreto está a um passo de ser reaberto

0
606
Reabertura de matadouros é debatida no Ministério Público

Fechados há alguns meses, os matadouros dos municípios de Capela, Itabaiana, Lagarto e Tobias Barreto, estão prestes a reabrir.

Segundo o presidente da Administração do Meio Ambiente (Adema), Gilvan Dias, as conversas para uma reabertura estão avançadas. As prefeituras estão em constante diálogo com os órgãos de controle e fiscalização para adquirir as licenças necessárias que possam permitir a reabertura dos matadouros.

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), para a reabertura dos matadouros é necessário que o poder público de cada cidade se comprometa a seguir os parâmetros de higiene e segurança estipulados no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

“Os matadouros podem voltar a funcionar normalmente desde que tenham se adequado as normas exigidas”, destaca.

COMITIVA DE TOBIAS BARRETO PARTICIPOU DE REUNIÃO SOBRE MATADOURO NO MINISTÉRIO PÚBLICO

 Desde que viu o matadouro do município ser fechado, a gestão de Tobias Barreto, está buscando soluções para o funcionamento regular do espaço.

Representantes do município, além da Deputada estadual Diná Almeida estiveram no Ministério Público do Estado de Sergipe. Eles propuseram, que fosse feito um levantamento por parte do Ministério Público, determinando metas a serem cumpridas pelo Executivo Municipal que tecnicamente viabilizassem a reabertura do matadouro.

O prefeito da cidade, Diógenes José de Oliveira Almeida, garantiu a nossa reportagem, que a Prefeitura está em constante consonância com o Ministério Público na solução dos problemas e principalmente na busca pela resolutividade das pendências.

 

12 de ago de 2019 às 15:06

Reabertura de matadouros é debatida no Ministério Público

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.