URGENTE – NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura de Tobias Barreto vem por meio desta prestar alguns esclarecimentos essenciais para a população tobiense e sergipana.

 

Em primeiro lugar é preciso deixar claro que o abandono da obra da Lagoa da Porta se deu durante a gestão passada. Ao tomar posse, o prefeito Diógenes Almeida encontrou a obra paralisada, eivada de irregularidades e, por isso, buscou na Justiça os meios legais de retomar o andamento da obra em questão. Dessa forma, em fevereiro de 2018 teve continuidade a execução, retirando a Lagoa da Porta, assim como muitas outras obras, do abandono e ostracismo deixados pela gestão passada.

Nos últimos trinta dias, uma breve suspensão na execução se deu em virtude a prefeitura estar cobrando da empresa responsável a utilização de materiais de qualidade no acabamento da obra. Mas, desde a retomada dos trabalhos que o local está totalmente cercado e com placas de aviso proibindo a entrada.

Cabe esclarecer ainda que o site que publicou a execrável fake news atacando a prefeitura é alimentado, dentre outros, por um assessor do ex-prefeito e atual deputado estadual Dilson de Agripino. Dessa forma, munidos de provas, a administração municipal tobiense buscará na Justiça a punição daqueles que, no afã de agradar seus chefes, cometem crimes contra a honra do Gestor Municipal.

Por fim, mas não menos importante, a prefeitura de Tobias Barreto vem a público repudiar veementemente quem se utiliza do sofrimento alheio para práticas politiqueiras. A esses, três caminhos: a Justiça dos homens, conforme já informado; a Justiça da população, que tem em suas mãos a maior força de julgamento das pessoas publicas; e, finalmente, a Justiça de Deus, que a tudo vê e sabe o momento certo de dar a resposta a quem desrespeita as famílias tobienses mesmo em momentos de intensa dor como o vivido agora por aqueles que perderam um ente querido.

SECOM

https://www.facebook.com/prefeituradetobiasbarreto/

Verifique também

URGENTE: O STF acabou de julgar na madrugada de hoje em definitivo INCONSTITUCIONAL lei sergipana que vedava a promotores de justiça chefiassem o Ministério Público

Com tal decisão do STF , sai fortalecida a Associação sergipana do Ministério Público que …