Venda de cloroquina quase dobra no ano da pandemia

A venda de caixas de cloroquina no mercado farmacêutico quase dobrou em 2020, no acumulado de janeiro a novembro ante igual período de 2019. A alta de 94% foi registrada pela consultoria de informações sobre saúde IQVIA e obtida pela coluna a partir do setor.

Até novembro do ano passado, foram comercializadas a farmácias e drogarias 1,7 milhão de caixas do produto.

O medicamento, sem eficácia comprovada contra a Covid-19, tem sido usado por muitos pacientes em tratamento precoce, prática defendida por Jair Bolsonaro. O fármaco é indicado para tratar malária, lupus e outras doenças.

A cloroquina está no centro de debate em Manaus, onde a prefeitura da cidade foi pressionada pelo Ministério da Saúde a distribuir o remédio.

Na pandemia, também explodiu a venda de ivermectina, sem respaldo científico para tratar o coronavírus. A alta foi de 466% na mesma base de comparação.

As informações são da FolhaPress

Veja Também

Em 2020 cerca de 900 mulheres foram diagnosticadas com sífilis  

Aracaju registrou, em 2020, cerca de 900 casos de mulheres com diagnóstico de sífilis. Pelo menos …

Open chat
Fale Conosco